Menage com amiga da minha esposa

Somos casados a 4 anos, namoramos desde os 16 anos, minha esposa Ana tem 26 anos, é uma loirinha mingon com seus 1,55m de altura, cinturinha fina mas com uma bundinha avantajada, seios pequenos para medio, cabelos lisos longos e muito linda. Eu 27 anos, moreno magro, 1,75m e com cabelos pretos, meu pau é mediano, tem 14cm, mas satisfaz muito bem a Ana como ela mesma diz.

Minha esposa tinha uma amiga desde a escola, a Carol, que sempre estava conosco, saiamos juntos e elas eram muito proximas. Ela namorava bastante, sempre trocava de namorado e era muito extrovertida, falava muita sacanagem e sempre fazia piadas relacionadas a sexo. Sempre tive impressão que ela era muito safada.

Recentemente ela disse estar namorando e nos convidou para irmos em um barzinho que ela iria apresentar o Renato.

Chegando no barzinho, minha esposa sempre linda, estava com uma saia justa de couro preta, com uma blusinha de alcinha e um salto alto preto. Fomos recebidos pela Carol que nos apresentou o Renato. Ela tambem estava linda, uma calça jeans apertada e uma blusinha branca que deixava os seios siliconados dela quase saltando para fora. Carol era um mulherão, tinha 1,75m de altura, cabelos pretos lisos e longos, fazia academia, tinha uma bunda empinada e durinha, seios siliconados, sempre bronzeada e era muito bonita tambem. O Renato era loiro, meio gordinho, tinha 1,95m, barbudo e muito falante. Não era o tipo que costumava namorar com a Carol, mas estavam muito felizes aparentemente.

Conversamos e bebemos muito durante a noite, o Renato era muito legal.

Nos meses seguintes nos encontramos em alguns eventos de amigos em comum, em um deles a Carol nos disse que tinha uma novidade e nos contou que estavam noivos e iriam se casar. Parabenizamos o casal e festejamos. Percebi que Renato ficava olhando bastante as outras mulheres da festa em que estavamos, mas nada de mais, ele ainda era um cara muito legal.

Alguns meses depois, eu estava saindo do trabalho e recebi uma ligação do Renato, dizendo que ele estava proximo ao escritorio onde trabalho e perguntando se eu queria ir tomar uma cerveja, por que estava muito calor. Topei. Chegando no bar, sentamos em uma mesa na calçada e pedimos a cerveja, conversamos e bebemos bastante, no final Renato me confessou que gostava muito de Carol e que queria muito casar com ela, mas que o sexo tinha dado uma esfriada e ele parecia triste, me perguntou se no casamento tambem esfria, eu disse que é normal, mas ele não parecia muito conformado e me disse que estava propondo experiencias diferentes para a Carol, mas ela não queria tentar.

Fiquei curioso, perguntei a ele o que era, Renato disse que queria fazer swing para apimentar a relação, que eles não eram ciumentos, ele queria testar para ver se isso faria voltar o interesse da Carol pelo sexo. Mas Renato disse que ela não queria, tinha medo de estranhos, que acharia estranho dar para alguem na frente dele, etc.

Renato ficou em silencio por um tempo e depois me perguntou se eu topava fazer o menage com eles.

Não sabia o que responder, gaguejei. Ele insistiu, disse que eu era de confiança e não podia contar com outra pessoa. Acabei aceitando. Não que eu não queria aquilo, a Carol era muito gostosa, de vez em quando ate batia uma pra ela, mas e a Ana? O que ela iria fazer quando descobrisse? Fiquei com um certo medo, mas o tesão foi maior. Renato disse que iria convencer a Carol e iria me dar a resposta, que era para eu esperar.

Algumas semanas depois Renato me ligou dizendo que conversou com a Carol e ela topou! Pensei em desistir, mas não sabia como.

No dia combinado avisei Ana que iria tomar cerveja com o Renato e fui para a casa dele, chegando lá ele me recebeu e me convidou para entrar, sentei no sofa e como estava meio desconfortavel ele me ofereceu um whisky para relaxar.

A Carol veio para me cumprimentar, toda cheirosa, linda, estava com um vestido de malha cinza bem justo, pouco acima do joelho, desenhando as curvas do seu corpo, uma sandalia de salto alto preta daquelas que fica apenas uma tira fina sobre os dedos e uma tira fina no tornozelo, com as unhas do pé pintadas de branco e as unhas da mão pintadas de vermelho, os cabelos longos estavam soltos.

Me levantei para dar um beijo nela, no rosto, ela virou o rosto e me beijou na boca, levemente. Depois me olhou e riu. Ela disse que eu parecia mais nervoso que ela, por isso me beijou para quebrar a tensão. Rimos. Foi excitante ver aquela mulher, estava transformada, não parecia a Carol que eu conhecia, estava mais sexy e flertava no olhar, nos movimentos, despertava muita vontade de comer ela.

Ela se sentou na minha frente, cruzou as pernas e sorria, Renato lhe entregou um copo de whisky, era para relaxar tambem e ajudou, conversamos um pouco. Ela sempre flertando.

Renato: Cara, ajuda ela a abrir o ziper do vestido para ela ficar mais a vontade.

Me levantei e peguei a Carol pela mão, ela se levantou do sofa e se virou de costas para mim, puxou o cabelo para a frente para mostrar o ziper, começava perto do pescoço, fui baixando lentamente tocando minhas mãos pelas costas dela, ela não usava sutia, as costas estava nuas, ela veio mais proxima e encostou em mim, empinando o bumbum, o tecido do vestido era fino e conseguia ver a marca da calcinha, pequenininha, beijei seu pescoço, ela fechou os olhos e pressionou ainda mais a bunda contra meu pau, que ja estava duro como pedra, passei meu braço em volta da cintura dela e a puxei mais ainda contra o meu pau. Ela começou a rebolar levemente e sorria olhando para o Renato, eu puxei seu rosto e a beijei, ela se virou de frente para mim e o vestido caiu no chão, revelando o corpo dela.

Beijei sua boca, seu pescoço, desci para os seios empinados e durinhos, ela me segurava pelo cabelo e gemia.

Ela me empurrou para o sofa, se ajoelhou na minha frente, abriu e puxou minhas calças e minha cueca, se ajeitou no meio das minhas pernas e começou a me chupar. Eu peguei na sua nuca com as duas mãos e fodia a boca dela, passava o pau na cara dela, ela ria e fazia cara de safada me pedindo dar para ela que queria chupar mais, que ela gostava de rola dura.

Coloquei ela no sofa de quatro, com aquela visão dela só com a pequena calcinha preta enfiada no rabo e a sandalia de salto alto, meu pau estava explodindo, tirei a calcinha dela, deixando só de sandalia, chupei sua bucetinha que estava molhada de tesão, ela gemeu gostoso, me pediu para eu meter, não perdi tempo e soquei o pau nela, entrou facil, ela gemia gostoso e se virou para olhar para o Renato, que nesta hora estava batendo um punheta olhando a noiva dar para outro cara.

Olhei para o Renato e me assustei, o pau dele era imenso, grande e grosso.

Renato: Ta gostando amor?

Carol: Uhum.

Renato: Ele ta te comendo como você imaginava?

Carol: Ta! Bem gostoso!

Renato: Você vai dar o cuzinho para ele amor?

Carol: Vou sim.

Carol: Vem coloca no meu cuzinho.

Ela pegou o meu pau e colocou na entrada do cuzinho dela, ela forçou a entrada, mas não entrou de primeira, ela colocou um dedo e foi abrindo, depois colocou meu pau novamente na entrada e a cabeça que estava toda melada foi entrando. Parou um pouco para se acostumar, depois voltou a empurrar e falou:

Carol: Vai mete gostoso no meu cuzinho, arromba ele todinho.

Fui colocando e entrou tudo, ate as bolas, depois fui aumentando o vai e vem e ela gozou.

Renato: Gozou né?

Carol: Gozei, adoro dar o cuzinho amor, você sabe.

Continuei bombando, segurando ela pelo cabelo, pela cintura, aumentei o ritmo olhando para aquela cinturinha fina e aquele rabão delicioso, com aquela marquinha de biquini pequenininha, gozei dentro dela, enchendo o cuzinho de porra.

Caimos no sofa, cada um para um lado.

Carol: Que delicia! Gozei umas 3 vezes com o pau no cuzinho.

A Carol não conseguia dar o cuzinho para o Renato, por causa do tamanho do pau dele, eles me disseram que tentaram com o vibrador, mas que a Carol não gostou muito, queria um pau de verdade.

Tomei um banho lá e voltei para casa, Ana me perguntou como o Renato estava, eu disse que tudo bem, falei que a Carol tambem estava lá, mas estava cansada.

1 comentário em “Menage com amiga da minha esposa”

  1. Ola sou louco para pegar um loirinha, deve ter a buceta branquinha, ou pegar uma novinha deve ser uma delicia, ou pegar mae e filha😬 tambem pegar uma casada na frente do marido eita, mulher q esta ai cheia de tesÃo me chama no zap 11947841246

    Responder

Deixe um comentário



conto sexo gaycomi minha cunhada contoscontos eróticos incestocasa dos contos erconto erotico primacontos incestosconto tiarelatos de incestocontos erotico incestovontos eroticoscontos.erocontos eroticos carrocontos eróticos femininosconto erotico corno mansocontos eroticos novinhasconto erotico cunhadaconto pornocontoeróticoscontos eróticos padrastoconto erotico genrocontos erotico incestocpntos eroticoscontos ercontos eroticos novinhocontos eroticos reaisconto erotico no onibusminha tia gostosacontos incestocontos eroticodcontos eroticos surubacontos eroticos cornoscontos eróticos irmãcontos eroticos banhocontos eroticos reaiscontos.erocontos eroticos filhocontos eroticos encoxadacontos de sexo no onibustravesti contoscomendo a sogra contorelatos e contos eroticoscontos eroticos viadinhocontos eroticos lésbicasconto de travesticontos de sexcontos eroticos atualizadoscontos de encoxadascontos eroticos adolecentescontos eroticos recentescontos eróticos reaisconto erótico novinhacontos eroticos de cornocontos eróticascontis eroticoscontos eroticos em onibuscontos heróticoscontos gay primeira vezrelatos de sexocontos eroticos de traiçãoconto porno incestocontos eroticos genrocontos eroticos casaiscontos eroticos primacontos eroticos mãe e filhocontos eroticos maetexto eroticocontos de travestiscontos cuckoldwww.contoseroticosconto insestocontos eroticos praiacontos eroticos reaiscontos gay eroticoquero ser cornoconto erotico tiaconto erótico tiocontos eroticos brincesto contoscontos eroticos analcontos sexcontos eroticos dormindocomi minha tia contoscontos eroticos tiocontos eroticos com sogracontos eroticos lesbicacontos eroticos recentescontos eroticosconto erótico incestoconto erotico travesticontos eróticos cornocontos eroticos tiocontos eroticos comendo a sogracontos heroticonovos contos eroticos de incesto