Sendo pegada por dois negões pauzudos

Fiquei com vontade de andar de bicicleta. Vesti um vestidinho safado que deixava as tetas ao léu sem nada por baixo e peguei a estradinha. Ia no doce enlevo do rodar suave quando encontrei uma sorveteria. Parei para tomar sorvete. Os donos eram dois negões taludos que deveriam ter paus igualmente torudos:

– Oi, da venda, o que é que vocês têm de bom?
Meu vestidinho insistia em mostrar minhas tetas. A cada movimento, era um seio que se mostrava e as picas… mostravam-se arrombadoras por baixo das bermudas.

Eles perguntaram rindo:

– Para comer ou chupar?

– Se for gostoso… eu chupo, eu como, eu lambo, eu mordo…

O mais atirado sorriu maroto:

– Aqui tudo é gostoso. É só pores a boquinha…

Eu queria por a boquinha e otras cositas mas…

Ri, entregando meus desejos:

– O que vocês fazem com uma putinha louca por pau?

– A gente come… com super fodas arrebatadoras.

Oba, eles conhecem minhas preferências. Gritei oba e dei um giro, fazendo a saia subir e as tetas se agitarem para fora do vestido.

O atirado pôs uma bola de sorvete na minha boca e me pegou por trás, me encoxou forte e eu senti a porra me ralar o rego, enquanto ele me mordia o cangote.

Eu ri rebolando na pica desejada de dureza apetecível:

– Tu és bem afoito, hein? Metes com a mesma destreza?

– Uma garota cheia de lindezas e tesões… eu faço uma torta para me deliciar… Eu como todinha.

E tratou de me amassar toda para fazer a torta. Eu protestei:

– Mas eu sou uma garota direita. Ando sempre na linha.

Ele deu uma gargalhada:

– Do trem?

– Geralmente é uma linha reta. E uma garota que anda nela segue em retidão.

– Tu tens talento para retrucar, mas uma garota sem cuidados com as tetas também não tem cuidados com a bocetinha. Faz de conta que está batendo um vento que botou tua bocetinha ao léu. Ah menina dos belos peitos, deixa ver a bocetinha, vai amor.

– Vocês são muito parecidos. São irmãos?

– Somos gêmeos e fazemos delícias com uma bocetinha de finos sabores. Um pode entrar na frente e o outro atrás… e fazemos tu rebolares como puta e subir como lagartixa, perdendo o chão.

– Tu conheces “O GOZO ARREBATADOR DA MULHER”?

– Sim, baixei-o da internet. Foi fácil baixar da amazon.com.br. Tu também o conheces?

– Com certeza! E não tenho de te ensinar.

– Não mesmo! Nós sabemos tudo o que o livro manda fazer.

– Caralho! Uma porra que sabe fazer tudo como eu amo. Deita no balcão de pica para o ar.

– Vem cá!

Levaram-me para um quarto com duas camas. Juntaram-nas e eu rebolei na suntuosa pica e fui comendo a porra que entrava no meu cu e ia arrombando.
Cavalguei o bicho que estava de pé, cheio de tesão. Deitei no vasto peito e ordenei ao irmão:

– Bota uma bola de sorvete na minha bocetinha e chupa tudo de língua tesuda.

Ai o que aquela língua fez na minha bocetinha, no ponto G, e no clitóris, enquanto o irmão mandava pau no meu cu. Eu gemia orgasmos arrasadores. Disse no ouvido do comedor de boceta, mordendo-lhe a orelha:

– Está gostoso demais, mas me faz trepidar num Tratamento de Choque com toda a força que eu dou nós na tua pica para ver se tu os furas.

Ele meteu mesmo, com todo o furor da pica. Empinava no ponto G, furava o nó da boceta e pimba lá no fundo, na grande socada , e seguiu socando, arrasando-me de gozo extremo na boceta, no clitóris e no ponto G. Ele sabia foder como ensina o livro.

Enquanto ele me socava a bocetinha eu gritava para o irmão:

– Já arrombaste a porra do cu. Mete a pica de roldão e rasga o meu cu sem dó.

Ele botou pressão máxima. O cu estava em festa com tanta fornicada arrasadora e eu pedi para o irmão de cima:

– Não para de foder. Mete o Tratamento de Choque com toda a selvageria da pica.

Ele meteu uma estocada tão bruta que eu vi estrelas. Com mais umas dez fornicadas brutas, gritei em êxtase de gozo extremo:

– Basta! Que mais é matar de gozo.

1 comentário sobre “Sendo pegada por dois negões pauzudos

Deixe um comentário

CAPTCHA




contos eróticos papaiconto sexcontos putariacontos eroticos pai e filhocontos eroticos com travesticontos eroticos de mae e filhocontos sexcontos eroticos velho taradocontos eroticos com pai e filhacontos eroticos lesbicascontos erotioscontos eriticoscontos eroticos esposacontos eróticos cunhadacomi minha tia contoscontos eróticos para mulherescontos porno gayconto erótico professorcontos eróticos novinhohistoria eroticacontos eroticos genrocontos eroticos avoconto erotico putinhalesbicas contosconto erotico tiacontos boquetecontos eroticos engravideicontos de sobrinhascontos eroticos de corno mansocontos de insestoscasa do conto eroticocontos eroticos professorcontos eroticos lesbicaconto erótico dormindoconto eroticocontos eroticos carrocontos eroticos swingcontos eroticos mãecontos reais de incestohistoria eroticacontos eroticos festaconto erótico dormindocontos eroticos para mulherescontos gay sexocontos eroticos verdadeiroscontos eróticos picantesmeu primo me comeucontos eróticos insestoconto erótico dormindocontos reais de sexoconto erotico menino gaycontod eroticosesposa puta contosprimeira vez na casa de swingcontos eroticos sogracontos eróticos analcontos eroticos coroacomtos eróticosconto heroticoscontos eroticos meninostraveco dotadoconto erotico traiçaoconto erotico gostosocontos eroticos incestocontos eroticos sogracontos eroticos gay gratiscontos de incesto gaycontos eróticos professorcomi minha prima contomeu conto eróticocontos eroticos coroasconto erotico lesbicocontos eroticos encoxadascontos de sexo eroticosconto eroticocontos cunhadinhacontos eróticos de incestoscontos de putariarelatos eróticocontos eroticos padrastoconto erotico.comcontos analrelatos de incestoscontos eróticos de travestisnovos contos eroticos de incestotextos eroticos