Sexo no carro

Olá tudo bem? Meu nome é Wanessa, tenho 40 anos de idade, sou negra, alta, tenho o corpo bem torneado e bronzeado, os cabelos lisos e bem cumpridos.

Eu trabalho há 5 anos como Uber. Um certo dia eu acordei às 5 horas da manhã pra me arrumar, tomar café e sair pra trabalhar como fazia de uma forma rotineira. Mas não imaginava que algo novo aconteceria naquele dia.

Depois de algum tempo me preparando pra sair, fui na casa da minha primeira cliente. Levei ela até o shopping e depois prossegui a viagem e o meu trabalho. Algumas horas depois um cliente com o nome Wesley me chamou pra leva-lo até a praia de Santos, na hora eu me lembrei de uma paixão avassaladora que eu tive quando eu era mais jovem e que tinha o mesmo nome dele. Enfim, aceitei e combinamos o horário que eu o pegaria na sua residência. Quando cheguei na casa do Wesley e vi que ele era a minha antiga paixão de quando eu era adolescente, confesso que na hora eu fiquei anestesiada pois ele ainda mexia comigo apesar de muito anos sem nos ver.

Após alguns minutos sem reação eu peguei e o abracei bem forte e comecei naquele demorado abraço a sentir o calor do seu corpo. Mesmo não querendo mais largá-lo, eu me afastei um pouco e com um sorriso meio tímido pedi pra ele entrar no carro, pois ele tinha uma viagem e aquele era o meu trabalho.

Liguei o rádio e coloquei uma música bem suave e envolvente pra gente ficar mais a vontade.

No decorrer da viagem fomos conversando e lembrando do passado… não tinha como não lembrar das nossas aventuras, das muitas vezes que fomos ao motel. Nossa naquela hora em que falávamos da noites quentes que passamos juntos
entre quatro paredes começou a me dar um louco tesão. No mesmo momento eu senti uma vontade louca de parar o carro no acostamento e começar a colocar o meu desejo pra fora sem me importar com nada e com ninguém. Mas de primeiro momento eu me controlei.

Até o Wesley começar a passar as suas mãos na minha coxa e levantar a minha saia fazendo aparecer a minha calcinha vermelha tipo fio dental e que tinha uma abertura na frente, ele não pensou muito e começou a acariciar meus pequenos lábios e a cada toque dos seus dedos foi me deixando cada vez mais excitada. Então eu não resisti, parei o carro no acostamento e começamos a nos beijar bem gostoso, ele com as mãos nos meus seios e levando ao delírio de tanto tesão.

Enquanto ele apertava os meus seios, eu coloquei minhas mãos dentro da sua calça e comecei a acariciar a cabeça do pênis dele, deixando ele cada vez mais excitado e cheio de desejo. Abri o zíper da calça e com meus dentes abaixei a cueca e comecei a passar minha língua molhadinha pelo o seu pênis que media uns 24 centímetros.

Ele pegou no meu cangote e começou a enfiar seu pau na minha boca fazendo garganta profunda e puxando os meus cabelos.

O Wesley foi ficando cada vez mais louco e pediu pra eu ficar em pé em seguida ele baixou minha calcinha, me deitou no banco de trás do carro e começou a me chupar gostoso passando sua língua na minha bucetinha e me fazendo gemer e delirar de tanto tesão e prazer.

Enquanto ele passava sua língua na minha buceta ele também introduzia seu dedo fazendo movimento de vai e volta. Naquela hora eu imaginei ele enfiando o seu pênis enorme e duro na minha bucetinha apertada. Nossa que delícia. Só de pensar eu comecei a gozar.

Não me aguentei de tanto fogo e pedi pra ele me comer gostoso ali mesmo no carro e não me importei naquela hora com as câmeras que tinha dentro do veículo.

Enfim… continuando: Sentei no pau dele e comecei a rebolar bem gostoso enquanto isso ele tocava os meus seios com suas mãos e os pressionava cada vez mais, depois ele começou a morder levemente o bico do meu seio e a passar sua língua nos meus peitos me deixando cada vez mais excitada.

Olhei pra ele com cara de safada e pedi pra ele me comer de 4, empinei minha bunda e comecei a abrir a minha bucetinha. Logo ele começou a me atiçar introduzindo e tirando a cabeça do seu pênis. Eu falei pra ele “Mete tudo, gostoso”.

O Wesley começou a meter e eu ficava cada vez mais molhada e com muito tesão. Não demorou muito e eu comecei a gozar novamente e gritava de tanto prazer.
Envolvido naquele momento quente o Wesley tirou o seu pênis da minha bucetinha e começou a meter no meu cuzinho. Nossa, meu tesão aumentou naquela hora. Pedia pra ele me comer com força, enquanto ele metia também dava tapas no meu bumbum e dizendo que ia gozar.

Nossa que delícia, eu comecei a sentir seu pênis pressionando o meu cuzinho e o gozo dele.

Posso dizer que essa foi a viagem mais gostosa de toda a minha vida. E você já fez alguma loucura?

Deixe um comentário

CAPTCHA




conto sexoconto erotico traicaocontos de incestocontos eroticos de sogracontoserotcontos eróticos femininosconto porncontos erotivoscontos de corno mansoconto erotico lesbicascontos gays reaisprimeira vez na casa de swingprimeira vez com travesticontos eroticos insestoscontos sexo incestoconto erotixocontos erotcoscontos adultosconto erotico sobrinhacontos eroticos gaycontos gay paicontos sensuaiscontos eroticos gay primeira vezconto eroticocontos pornosrelatos eroticocontoa eróticosconto erotico com travesticontos eroticos.com.brcontos eroticos com sogragay contos eroticostransei com meu padrastocontos eróticos analcontos eroticos recentescontos eróticos pai e filhacontos safadoscontos eroticos mãecontos eroticos de adolecentescontos eroticos gayestorias eroticascontos eroticos madrastaconto eróticocontos eróticos de cornocontos eroticos de mulheres casadasesposa puta contosmeu conto eroticocontos eróticos esposacontos eroticos de novinhascontos eroticos ônibuscontos eroticos encoxadacomtos eroticosrelatos eróticoconto erotico no onibuscorno manso contominha tia gostosaconto erroticonovos contos eroticos de incestoconto tiaconto erotico cunhadacontos eroyicoscontos eróticos com novinhascontos eróticos no ônibusconto erotico tiocontoerotico incestocontos eroticos novinhacontos eroticos no onibusconto eriticocontos gay eroticossexo contocontos eróticos sobrinhacontos eroticos de putariacontos eroticos selvagemcontos eroticosconto erotransei com minha cunhadaconto erotico genroconto erotico tiaconto rroticocontos eroticos velho taradocontos eroticos traicaomeus contos eróticoscontos eroticos com a sogracontos heroticosconto eroticoscontos eroticos mãe e filhocontos lesbicoshistória eróticoshistoria erotica