Uma noite deliciosa no drive in

Agora aqui na minha cidade tem um drive in daqueles que a gente entra de carro e a pessoa fecha uma lona. Pois bem, em um sábado à noite fui em um desses com uma garota que tinha conhecido naquele dia à tarde. A garota era a maior gostosona, mais ou menos uns 20 aninhos, pele moreninha queimada de sol, cabelo comprido, jeitinho de piranha, e não pensou duas vezes quando a convidei para ir no drive in. Seu nome era Vivi.

Naquela noite ela usava uma calça branca apertada e uma blusinha que deixava sua barriguinha à mostra. Estava tesudona. Tinha até um piercing no seu umbiguinho que a deixava ainda mais atraente. Chegando na cabaninha, desliguei o motor e as luzes, coloquei em uma FM que estava tocando umas músicas mais suaves e começamos a nos beijar, roçar e a passar a mão um no outro. Ela beijava molhado e gostoso. Pouco tempo depois, sem pensar duas vezes e sem eu forçar nada, já foi tirando a blusa deixando à mostra aqueles seios grandes, redondinhos e deliciosos.

Ela tinha uma marquinha de biquíni muito pequena somente na parte dos mamilos que a deixava um tesão. Comecei a chupá-la que nem um louco. Estava taradão e o meu pau estava mais duro que aço, estava até doendo dentro da calça jeans que eu estava usando. Após alguns minutos, ela então começou a passar a mão na minha calça, abriu o zíper e tirou meu pau para fora. Começou a chupá-lo que nem uma louquinha. Após um tempo, tirei toda minha roupa e pedi para ela tirar a dela também. Vivi atendeu na hora. Ela começou a tirar sua calça de um jeito tão sensual que meu pau até letejava de tão duro. Ficamos nos chupando um bom tempo. A marquinha de biquíni na sua cinturinha era demais, era bem fina e dava um tesão incontrolável. Sua buceta estava molhadinha e era bem lisinha.

Chupava ela de todo jeito, seus seios, sua bunda, ela chupava meu pau, a gente se beijava, … Eu gostava do jeito que ela me chupava pois ela dava uma salivada bem gostosa no meu pau, deixava ele molhadão e aí ela colocava sua boquinha. Que tesão!!! Chupava até meu saco. Estava muito calor naquela noite, e aí de repente deu uma vontade maluca de sair e continuar nossa transa do lado de fora do carro. Falei para ela e concordou na hora! Saí pela minha porta e nem me incomodei com o chão meio sujo. Dei a volta e ela já estava de quatro no banco com a porta aberta toda arreganhada para mim. Coloquei meu pau na sua bucetinha bem devagar e comecei a comer aquela gostosona. Ela me chamava de todos os nomes: cavalo, fodão, macho gostoso. E eu continuava a meter naquela buceta e chamando ela de puta, vaca, piranha da zona, cadelinha… Estava nesse vai vem gostoso quando começamos a ouvir bem baixinho um outro casal transando que estava na cabaninha ao lado. Os gemidos que estávamos ouvindo nos deixaram ainda mais loucos de tesão e Vivi começou a rebolar e gemer mais alto, quase gritando de tanto tesão.

E ela gozou tão gostoso: estou gozzzaannnnnnndooo, aiiii, estou gozzzannnddoooo… Não aguentei mais também e tirei meu pau para fora e gozei na sua bunda, esporrei no seu cabelo, no carro, em todo lugar. Que tesão!!! Estávamos completando suados, limpei tudo e voltei para dentro do carro, mas continuamos a ouvir outros casais transando e isso nos deixou com mais tesão e ela me disse: quero mais!!! Penetra seu pauzão na minha buceta, molha ela bem gostoso, e enfia tudo! Desta vez coloquei camisinha pois meu pau ainda estava com porra e sugeri para a gente ir para o banco de trás. Ela topou. Fiquei sentado com meu pau duro esperando aquela maravilha e ela veio e sentou em cima dele. Começou a rebolar e cavalgar com aquele corpinho no meu pau, as marquinhas de biquíni à mostra e tudo aquilo me deixava louco. Ela pulava no meu pau de uma maneira tão gostosa que eu nem percebia que estava com camisinha. Eu segurava na sua cinturinha e a ajudava a cavalgar no meu pau. Cavalga sua vaca, pula no meu pau sua puta. Não demorou muito e ela começou a gozar de novo. Vivi gemia cada vez mais alto. Aaaiiiiiiii, vou gozar de novo, aaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiia, estou gozzzzannnnnnnddooooooooo. Que tesão, ai que delíííííciiiaa! No mesmo momento também comecei a gozar, que loucura!

Depois disso a gente ficou se beijando e ouvindo um pouco de música. Colocamos nossas roupas e ficamos descansando no banco de trás. Ela estava super cansada e acabou dormindo no meu peito. Deixei ela dormindo um tempo, mas depois tive que acordá-la e a gente foi embora. Que noite no drive in!!!

Deixe um comentário

CAPTCHA




contos exoticosnovos contos de incestoencoxando a mãecdzinha contoscontos eroticos com policiaisconto erotico lesbicocontos eroticoscontos eróticos recentescontos eroticos insestoconto erótico primaconto de sexonovos contos eroticos de incestoviuva gostosacontos de incestoscontos reais eroticoscontos eroticos mae do amigocontos eróticos primacontis eroticoscontos eróticos netcontos heroticoconto eróticosconto erotico padrastoexibindo a esposacontos de sexoconto eróticoconto erotico primoconto erótico travestipodolatria contoscontos de sexo reaisconto erotico gaycontos eroticos empregadahistoria eroticacontos eróticos incestoscontos eróticos lesbicoscontos sexo gaycontos eroticos recentesconto sexcontos.eroconto herotico gayconto cornoconto erotico swingcontos de traicaocontos eroticos onlinesexo contoscontos eroticos mae e filhacontos eroticos reaiscontos eróticos atuaiscontos insestocontos eroticos comi minha sogracontos eroticos pai e filhacomtos eróticocontos eroticos padrastocontosincestoscontos eroticos ônibuscontos eróticos lésbicaincesto contos eroticoscontos heroticocomtos eróticosrelatos eróticosconto de travestisexo gay contosúltimos contos gayscontos sexcontos eroticos cornoconto erótico no ônibuscontos eróticos bem safadoscontos de sexo no onibuscontos eroticos engravideicontos eróticos de cornosexo contoscontos gay paicontos eroticos com a sogracontos eroticos encestoscontos erotics