Fiz xixi na minha cama e acabei comendo minha madrasta

Olá a todos, este é meu primeiro conto, sempre li , mas nunca relatei os meus até hoje .
Bom vamos ao conto, meu nome é Santiago tenho 1.70 de altura de porte fofo para forte, de minhas idas á academia, e tenho uma madrasta morena já para negra, de 1.55, bem fofinha sex , de 48 anos e eu de 35 quando aconteceu, vou chamar de preta para preservar as identidades, mas enfim,desde jovem sempre soube que minha madrasta tinha ciúmes de mim, mas sempre levava na esportiva, pois não morava com meu pai desde a minha adolescência, foi quando eu me separei de um relacionamento e fui para na casa do meu pai, e em uma sexta feira fui a uma festa e

cheguei bem louco, e lógico fui dormi, pois só iria trabalhar no sábado à tarde, e minha madrasta folgava no sábado e meu pai trabalha no sábado até as duas hora, em outros sábados minha madrasta sempre vinha no meu quarto me olhava e depois ia embora, e as vezes eu fica descoberto e de pau duro só para ela ver, de sacanagem mesmo, mas voltando ao sábado em questão, como eu cheguei muito loco de manhã cedo ouvi meu pai sair para trabalhar, está meio frio e nublado chuviscando, ótimo para dormir ou fazer algo de errado, minha madrasta ficou deitada no quarto deles do meu pai e dela que dava de frente para o meu é tinha o banheiro no corredor, quando derrepente eu dormindo comecei a sonhar que estava xixi em um banheiro quando vi era na minha cama, me levantei rapidamente, fui para o banheiro, já xingando, :
Eu- merda que droga, fiz xixi na cama ainda neste frio, agora vou ter que ir para o sofá.
Foi quando minha madrasta perguntou do quarto dela: Santiago tá tudo bem ? Vc acordou cedo justo no sábado ?
Eu respondi : tá sim preta vc não sabe que aconteceu?
Ela falou: vem aqui me falar .
Abri a porta do de cueca e falei : vc não acredita fiz xixi na cama, e nem dormir nada, ela falou: e agora vai para o sofá.eu falei: vou nada da licença que vou deitar aqui com vc, como ela ficou calada eu deitei ela na frente da cama e eu na parte de trás, mas com um pouco de receio deite de costa, e ela de lado mas de costa para mim também, foi quando eu falei : ta frio né vou te abraçar e fiquei de conchinha com ela, meu pau já estava duro e ela, não falava nada, foi quando comecei e encochar ela, ela sem falar nada, comecei então á acaricia sua, bunda meio grande, mas lisinha apesar da idade, e fiquei mais louco, quando passei a mão, em sua buceta, nossa parecia uma menininha nova, lisinha raspadinha, e bem pequena,.
Foi quando o sexo já nos dominava, eu tirei sua roupa e cai de boca naquela buceta, que dias antes eu ouvia uma conversa com uma vidinha falando que meu pai por causa da bebida e cigarro á anos não dava um trato nela,
Eu enfiei minha língua na aquela buceta com tanta vontade que senti ela gozar, e se contorse de prazer, meu pau não é muito grande e de 17 cm, tamanho nacional, mas é grosso, aproveitei que ela tinha gozado, e estava lubrificada, eu me posicionei encima dela papai mamãe, mesmo e fiquei de uma vez, foi aí que ela gemeu , e disse :, agora sei porque as mulheres corre atrás de vc, só nesta estocada sua vc me fez, gozar, e me fez sentir mulher de novo , fiquei ali bombando e ela só gemendo, foi quando eu a coloquei de quatro, soquei naquela buceta mais umas vezes, quando eu olhei aquele cuzinho olhando para mim, e quando eu me posicionei, ela falou: não para nunca dei o cu, eu falei: que ia de boa é se doece eu parava, quando coloquei a cabeça ela gemeu, eu perguntei ? Quer que eu pare ela falou: não , doeu mas tá gostoso sei pau e grosso mas gostoso, me fode, ao ouvir estas palavras comecei o vai e vem gostoso e ela rebolava, não demorei muito e enchi o cuzinho virgem dela com minha porra.
Ela deitou na cama de brusso sem falar nada mas com ar de satisfeita, e eu sem falar nada, sai do quarto fui tomar um banho, e voltei para o meu quarto, dormir tão satisfeito mesmo em minha cama úmida,
Depois acordei me arrumei para ir trabalhar, e conversamos como se nada tivesse acontecido…

Amo coroas .

Deixe um comentário

CAPTCHA




contos sexualcontos eroticos meninacontos de encoxadasimcestocontos putariacontos eroticos transincesto contos eroticoscontos porno de incestocontos eroticos safadosconto erótico incestocontoseróticocontoa eróticosnovos contos de incestocontos eroticos com sogracontoseroticos incestorelatos eroticosimcestocomi minha tia contoconto erotico novinhacontos eroricoscontos de sexo com novinhascomendo um cuzinhocontos eroticos no onibuscontos eroticos troca de casaiscontos eróticos cornocontos eróticos femininoconto erotivomeu professor me comeucontos eroticos incestoconto gay ultimocontos sexo incestoconto erotico novinhocontoserocontos eroticos genroconto eroticoconto erotico academiacontos eriticoscontos eróticos ônibuscontos de incesto realcontos eroticos gay incestoconto roticoconto erotico femininocontos erotucostransei com meu cunhadocontos eroticos sobrinhacontos de cornoscontos eroticos brcontos eroticos vizinha novinhacomendo meu primocontos eroticos encoxadacontos eroticos de sogracontos eroticos comendo a sobrinhacontos eroticos em onibuscontos perdendo a virgindademinha mulher deu pra outroqueria ser cornocontos lésbicoscontos eróticos pai e filhacontos eroticos no tremwww.contoerotico.comconto gay eroticocontos eróticos ônibuscontos eroticos de gravidasconto erótico novinhaconto cornoconto erotico troca trocacontos eroticos de novinhascontos heroticos reaiscontos analcasa dos contos eróticoscontos eroticos mulher do amigo