Sexo Anal Com o Primo

Acordei no dia seguinte, o apartamento silencioso e o Rafa tinha saído para o treino. Então levantei, passei pelo quarto de visitas e vi que o Felipe ainda estava dormindo. Bati na porta e ele não respondeu. Então abri a porta, lentamente e vi meu primo gostoso, deitado peladão, as pernas meio abertas, o pau com aquela ereção matinal deliciosa e dormindo feito um bebezinho. Cheguei a babar!!!

Entrei de mansinho no quarto, já tirando minha camisola e ficando peladinha. Fui me esgueirando na cama de solteiro, entrando no meio das pernas dele e acariciei aquele pau enorme e semiduro que balançava diante de mim.

Segurei o pau dele com delicadeza e comecei a lamber suas bolas, aquele saco gostoso, depois fui subindo, deslizando a língua pela pica dele todo, passando pelas veias grossas dele e chegando até aquela cabeçona gigante que mal cabia em minha boca.

Mamei devagar, massageando as bolas dele, minha boca sugando a cabeça da pica dele enquanto lábia as laterais, chupando feito uma bezerrinha.

Ele foi acordando aos poucos, e quando abriu os olhos levou um pequeno susto ao me ver sorrindo com o pau dele na boca, toda peladinha de rabo empinado na cama.

Antes que ele pudesse reagir, girei na cama, posicionando minhas pernas em torno da cabeça dele e esfreguei a buceta na boca do Felipe. Ele entendeu o recado e agarrou minha bunda, apertando-a com força e passou a me chupar também.

Comecei a gemer mamando naquele pirocão gostoso, lambendo-o da ponta até o saco, enfiando a cara nas bolas dele, e rebolar na cara do meu macho gostoso.

Felipe lambia minha buceta e meu cuzinho, enfiava os dedos em mim e em poucos minutos eu já estava gritando de tesão ao chupar aquela piroca maravilhosa.

Quando Felipe enterrou um segundo dedo grosso e firme no meu cuzinho, comecei a rebolar mais forte, erguendo meu corpo e sentando na cara dele. Sentia sua língua sugando meu grelo e seus dedos arrombando meu cuzinho enquanto eu o punhetava, olhando pra aquele pau duro com desejo.

Virei novamente na cama, ficando frente a frente com ele, nos beijamos gostoso enquanto eu roçava minha buceta naquela pica grossa. Rebolei uma, duas vezes e na terceiras ele me segurou firme e meteu seu caralho até o talo.

Gritei em meio a um gemido, enquanto ele passava a mamar meus seios, mordendo-os, me fazendo urrar. Era delicioso poder gemer direito fodendo com ele desta vez, já que na outra vez tive que fazer silêncio.

Ele deu dois tapas fortes em minha bunda e eu comecei a rebolar feito louca, gritando e gemendo, fazendo a cama balançar. O tesão era demais, eu gemia feito maluca pedindo pra ele me foder com força. E ele aplicava tudo que tinha em mim, me fazendo pedir ainda mais.

Felipe resolveu então abusar ainda mais e enfiou seus dedos no meu cuzinho mais uma vez. Era a pica grossa e dura na buceta e aqueles dedos maliciosos no rabinho. Gozei forte, gritando:

– ahhh meu macho gostoso! Vem! Fode essa tua putinha com tudo vem!!! Deliciaaaah!!!!

Felipe me sentiu gozar, sentou-se na cama, fazendo a pica ir até o fundo e beijou minha boca, depois meus seios, seus dedos ainda no meu rabo e eu ali, rebolando lentamente, sentindo uma onda elétrica percorrer meu corpo, ficando toda mole.

– Fica de quatro pra mim! – Ele ordenou.

– Com prazer, GOSTOSO!!! – respondi, me posicionando exatamente como ele pediu.

Ele posicionou sua pica na minha buceta e começou a empurrar, mas o segurei com a mão dizendo:

– Ah hannn! Não senhor! Eu quero essa pica no cuzinho!!!

Ele parecia incrédulo, fintou minha cara de safada por alguns instantes, então posicionou seu pau na entrada do meu rabinho e empurrou devagar.

Gritei, agarrei a cama empinando bem a bunda pra ele. As mãos dele segurando forte minha bunda enquanto eu fui rebolando e sentindo cada milímetro daquele mastro invadir meu cuzinho. E ele socou inteiro! Até o fim!

Comecei a me masturbar enquanto ele penetrava meu cu, acelerando aos poucos, fazendo seu corpo bater no meu, me arrombando todinha.

Ele foi acelerando, dando-me tapas fortes, enquanto eu socava meus dedos em mim mesma, urrando de tesão e pedindo mais! Mais forte!

Ele puxou meu cabelo e passou a dar tudo de si, invadindo meu cu com aquele pau com muita força me tirando completamente os sentidos. Gozei forte e gostoso mais uma vez, amolecendo por completo.

Felipe continuou metendo enquanto eu derretia pela cama ficando de bruços e rebolando lentamente a cada metida dele, gemendo alto, delirando de tesão.

Quando sentiu que ia gozar, tirou o pau de mim e me puxou, abri bem a boquinha e o deixei gozar e esporrar minha cara todinha. Vários jatos de leite quentinho no rosto, e eu ali, feliz, toda arrombada, do jeitinho que eu gosto.

Tomamos um banho e fomos para a padaria tomar um café, e então conhecer a cidade. No dia seguinte ele tinha o vestibular e certamente ia se esforçar bastante pra continuar na cidade!

É isso.

Espero que gozem gostoso pra mim!

Beijos da Camilinha!

Deixe um comentário

CAPTCHA




cdzinha contosconto erotico sogracontos sexyconto erotico gay ultimoscontos erotcoscontos sexo incestoquantos eróticoscontos eróticos gaycontos eroticos femininoscomi minha sobrinhacontoserotcontos eroticos sogracontos eróticoscontos eróticos incestoscontos eróticos de incestocontos eroticos de putariasexo contoconto cornocontos erodicoscontos eroticos vovoccontos eroticoscontos eroticos sobrinhacrossdresser contosconto erotico realcontos de insestocontos eroticos de traiçãocontos eroticos reaistransei com minha cunhadaputaria contoscontos eróticos academiasite de contos eroticoscontos eroticos femininoscontos adultoscontos eróticos sobrinhaconto erotico gravidacontos eroticos novinhacontos eróticos irmãconto erotico primacontos eroticos encoxadascontos eroticos encoxadacontos de sexocontos eróticos cunhadaeroticoscontos eróticos primacontos eroticos encoxadacontos de traiçaorelato eroticoscontos perdendo a virgindadecomi minha tia contocontos porno de incestorelatos eróticosccontos eroticoscontos eróticos grátiscontos de sexoscorno manso contoscontos eroticos primocontos eroticos enteadaconto amadorconto erotico padrastominha sogra safadacontos gay 2018contos eroticos casadasconto erotico genrocontos gostososcontos gay casa dos contoscontos eróticos primacontos eróticos com animaiscontos eroticos primaincesto eroticoconto ercontos eroticos femininoscontos etoticoscontos heroticosconto erotucocontos eroyicosrelatos de sexocontos eroticos praiacontos de sexocontos eroticos padrastocontos eroticos encoxadacontos de insestosconto erotico filhaencoxando a mãecasa dos contos eróticoscanto eroticoconto erotico no onibussexo gostoso contoscontos erotixoscontos eroticos siririca