Relato de uma noite alucinante …

Minha esposa está 42 anos, Negra, 1,80m, pernas longas e torneadas, seios médios, bunda redondinha, apesar do tamanho dela ela tem uma bucetinha apertadinha…
Confesso que o que aconteceu me deixou muito excitado pois estávamos comemorando o dia dos namorados, combinei com minha esposa de sairmos e para ela ficar bem sexy, cheguei em casa ela estava terminando de se arrumar um vestido preto bem justo, uma sandália de salto alto bem fino e a danada estava sem calcinha, disse que a calcinha marcaria no vestido, sei bem viu…
Saímos em direção a Moema e acabamos em uma casa de Swing, (nossa primeira vez em uma por curiosidade), entramos para ver como era, as regras nos agradaram então ficamos mais tranquilos, pois se algo tivesse de acontecer deveria ser com meu consentimento e permissão. Rodamos pelo lugar para apreciar tudo que acontecia lá, parecia mais um labirinto onde a cada corredor ouvíamos gemidos, gritos de tesão, alguns tapas e puxões de cabelo

foram o suficiente de se ver e nos deixar bem excitados, saímos daquele labirinto e ficamos em uma mesa na pista principal, onde papo vai e papo vem, notei um casal que não parava de nos olhar, eram bonitos ambos, a esposa alta usava uma camisa e saia parecia uma executiva, meias 7/8 e um scarpin, o marido também bem vestido, ambos loiros de olhos claros, pareciam europeus, enfim o marido me chamou para poder conversar, e o sotaque não negava eram de Stuttgart – Alemanha, estavam nos observando desde que entramos, elogiaram muito minha bela esposa, adoram nosso tom de pele, mas dificilmente encontram um casal de negros que topem ao menos conversar sobre

assuntos mais picantes. Enfim por terem gostado muito de nós, fomos convidados a sentar com eles em sua mesa, falei com minha esposa e ela aceitou, ficou encantada com a beleza de ambos, a conversa fluía de forma que parecia que nos conhecêssemos a longa data. Em dado momento nos convidaram para irmos a um local mais reservado e se não nos sentíssemos à vontade na casa de swing poderíamos ir ao apartamento deles que ficava próximo até, minha esposa topou e para o apartamento nos dirigimos.

Chegando lá era lindo o apartamento, um por andar, música ambiente rolando, risadas e as mulheres estavam dançando e rebolando como que se provocando, e nos provocando, então a mulher do alemão pegou minha esposa pela cintura e beijou na boca, um beijo que deixou minha esposa mais excitada do que já estava, o alemão olhou pra mim como pedindo permissão para se juntar a festinha iniciada pela sua companheira, ele encoxou minha esposa, pegando em seus seios e beijava sua nuca, ela por sua vez empinava aquela bunda maravilhosa roçando no pau do gringo, parecia que o pau dele iria rasgar as calças de tão duro que estava, neste momento eu já estava com meu pau para fora batendo uma bem de leve, a esposa do gringo vendo minha excitação já caiu de boca no meu pau sem nem pensar direito, tentando enfiar todo na sua boca, o gringo estava alisando o corpo da minha esposa em toda

extensão, e quando ele enfiou a mão por baixo do vestido dela ele arregalou os olhos, pois ela estava sem calcinha e seu tesão era tanto que escorreu pelas pernas, o gringo lambeu os dedos como uma criança que passa o dedo na cobertura do bolo, aquela cena me deixou mais excitado ainda, ver outro acariciando minha amada.
Então ele a deitou no sofá e começou a chupar a bucetinha da minha esposa, enquanto a dele deixava meu pau todo babado, então a gringa sem cerimônias, levantou e sentou de uma vez no meu colo de frente pra mim beijando minha boca, nossa que buceta apertada aquela loira tinha, ela estava muito molhada também fazendo meu pau escorregar para dentro dela com muita facilidade. Quando olhei para o lado minha esposa estava de 4 e o gringo estava pincelando aquela vara devia ter uns 20 cm, na bucetinha da minha esposa, enfiando de uma vez e arrancando um grito da minha esposa, mas não era um grito de dor e sim de muito tesão, olhei para a carinha dela ela estava se deliciando com a pica dele, e a esposa dela com a minha.

Minha preta tirou o vestido ficando somente de salto, e abriu as pernas para poder receber aquela vara novamente em sua bucetinha que a cada bombada eu podia ouvir o barulhinho de uma piscininha estava muito molhada mesmo de tesão, ele segurava a perna dela pelos calcanhares, e cravava a rola sem dó, eu na gringa fazia o mesmo sem dó nem piedade, o cheiro de sexo no ar estava inebriante, minha preta rebolava como uma verdadeira putinha, o gringo coitado não aguentou muito e gozou, mas gozou tanto que escorria pelo chão da sala, por outro lado a gringa gemia e aguentava firme cada estocada que recebia naquela bucetinha que esta altura estava vermelha, minha esposa por sua vez, estava chupando o pau do gringo pois ela queria mais e ainda teve a cara de pau de me dizer que o alemão sabia meter e bem, kkkkk.

Então o alemão pelas investidas (chupadas), que recebeu animou de novo e pôs minha esposa de 4 novamente (ele adorou ela nesta posição), pois ela sabe rebolar e como rebola bem, e la foi o gringo tentar resistir a minha preta rebolar e mais uma vez ele não aguentou e gozou mais uma vez, ao mesmo tempo em que eu enchia a buceta da Loira de porra grossa e farta, (só que eu tenho um plus, meu pau mesmo depois que gozo ainda continua duro e dá pra brincar mais um pouco), continuei batendo meu pelos naquela bundinha branca e como não paramos ficou durão de novo, a loira parecia não acreditar no que estava acontecendo. Então o alemão animou de novo e veio meter na sua amada bem no cuzinho dela enquanto ela me cavalgava. Minha esposa tinha dado uma saída para o toalete e quando voltou tratou logo de se atracar na boca da loirinha e na minha, duas línguas chupando a bucetinha dela, não deu

outra ela gozou tanto que seu mel lambuzava nossos rostos. O alemão vendo aquele rabo pediu permissão para enrabar minha negra, ela olhou para mim com cara de pidona, queria sentir aquela jeba no seu rabão, eu como bom marido, deixei claro, ver aquele contraste (pau branco, rabo negro), me deixou com muito tesão então entrei na festinha com ela me enfiando por baixo e metendo na sua bucetinha que estava pelando de tão quente. Gozamos tanto os 4 que ficamos moles. Batemos mais um papo, e eles nos disseram que sabiam que tinham feito uma boa escolha, pois era a primeira vez deles com negros, e não ficaram decepcionados, muito pelo contrário, ficaram com gostinho de quero mais, mas infelizmente o dia estava começando a raiar e tínhamos de voltar para casa. Nos deixaram o contato e a promessa que adorariam nos ver em nova oportunidade.

Comentem à vontade…

1 comentário em “Relato de uma noite alucinante …”

  1. Ola sou louco para pegar um loirinha, deve ter a buceta branquinha, ou pegar uma novinha deve ser uma delicia, ou pegar mae e filha😬 tambem pegar uma casada na frente do marido eita, mulher q esta ai cheia de tesÃo me chama no zap 11947841246

    Responder

    Responder

Deixe um comentário

CAPTCHA




contos euroticosconto erotico sobrinhacontos de sexo no onibusconto pornporno contoseroticos contosconto erotico maecontos eróticos esposacontos eroticos pai e filharelatos eroticosincesto contoconto erroticocontos eroticos gay primeira vezcontos cuckoldcontos eroticos punhetaconto erotico cunhadacontos eroticscontos eroticos para mulherescontos eroticos tiacontos eroticos surubacontos eroticos maecontos eroticos gays cnncontos eroticos de travestishistória eróticoscontos eróticos esposacontos exóticoscontos heroticos reaiscontos crossdresscontos incestoscontos eróticos sobrinhaconto erotico gay primeira vezconto amadorsexo anal contosconto erotico gordacontos de gayscontis eroticoscontos eroticos amigocontos eroticos gayscomi minha filhacomendo a sogracontos eroticos comendo a sogracontos eroticos metrocontos eroticos por categoriacontos eroticos medicocontos gay primeira vezconto erroticoconto rroticocontoseroticoconto erotico policialchupando bucetacontos eróticos no onibuscontos eroticos gay novoscontos pornosprimeira vez com travesticontos eróticos sobrinhaconto erótico padrastocontos eroticos femininoscontos eroticos mamaecontos eróticos atuaiscontos eroticos bem safadosputaria contosconto amadorconto erotico gaycomto eroticoconto erotico mae e filhocontos eróticos tiacontos eroticos de mulheres casadascontos eroticos maecontos eroticos travestiscontos eroticos encoxadaconto eroticocontos eroticos de primosconto eroticocontos eroticos irmaconto erotico sogromeu primo me comeucontos eroticos de sograrelatos de incestocontos eroticos meninoscontos eroticos novinha safadacontos eroticos novoscontos eroticos incesto gaycontos eroticos de mulheres casadascontos eroticos gay primosconto erótico irmãocontos eróticos femininoconto eróticaconto erótico novinhacontos boquetecontos eróticos por categoria